Estudo revela que crise econômica aumenta procura por profissionais que tenham alto nível de inglês

Pesquisa realizada pela ABA English indica que 75% dos brasileiros acreditam que a crise aumentou exponencialmente a exigência do Inglês no âmbito profissional

São Paulo, abril de 2017 – Possuir um alto nível de inglês é uma característica cada vez mais exigida por empresas e seu domínio abre muitas portas em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. Pensando nisso, a ABA English, curso online de inglês com mais de 15 milhões de alunos no mundo, realizou uma pesquisa para entender os hábitos e motivações de seus estudantes. A pesquisa foi elaborada com 5.700 alunos de cinco países, sendo mil brasileiros.

O estudo mostra que 75% dos brasileiros acreditam que a crise econômica fez com que as empresas passassem a procurar trabalhadores com um nível mais alto de inglês, e que por consequência, metade afirma ter já perdido oportunidades de empregos ou promoções por conta de um nível inferior da língua.

Os resultados também revelam que os jovens são os mais prejudicados quando o trabalho exige uma melhor aptidão na língua – 61% das personas entre 20 a 45 anos acredita já ter perdido uma oportunidade de emprego por não apresentar o nível necessário de inglês. Fator que representa menos dificuldades para aqueles com uma idade mais avançada: somente 43% acreditam terem sido afetados como mostra a tabela abaixo:

Essa diferença de geração pode ser explicada pelo crescente impacto da língua inglesa em vários âmbitos da vida, sejam eles profissionais ou não, potencializados também pela internet e novas tecnologias. Isso resulta nos dados evidenciados pela pesquisa, cujos 75% dos brasileiros entrevistados acreditam que a demanda pela língua inglesa será cada vez maior.

O inglês, um idioma comercial por excelência

Não é novidade que a língua inglesa é considerada a língua mais difundida culturalmente no mundo, além de sua alta relevância no mercado de trabalho. A pesquisa indica que para 79% dos brasileiros, o inglês permanece como a língua mais demandada na esfera profissional.

Ainda segundo o estudo, a demanda da língua inglesa no trabalho é muito maior que a de outras línguas como o espanhol (2%) e francês (1%). Além disso, 64% dos brasileiros utilizam o inglês em suas atividades profissionais, destes 40% utilizam de forma esporádica, 17% com frequência e 7% diariamente.  

Aumento das entrevistas em inglês

A pesquisa também revelou que 36% dos brasileiros já tiveram seu nível de inglês testado em entrevistas de empregos. Este dado revela a crescente procura por profissionais aptos a utilizar a língua com confiança em atividades rotineiras, capacidade cada vez mais necessária no mercado de trabalho atualmente. É um nível parecido ao declarado em países europeus como Espanha e Itália. Contudo, é uma percentagem muito inferior à declarada no México, onde 54% dos inquiridos declaram ter feito entrevistas em inglês.

> Baixar Comunicado